Sabemos que ao longo do nosso dia lidamos com diferentes materiais e que muitos deles, são na maioria dos casos, feito de plástico. E para que isto seja possível, é importante contar com uma máquina feita especificamente para realizar o processo de transformação de uma matéria-prima, em um outro objeto, conforme a necessidade ou desejo. E para isso, é utilizado uma extrusora de plástico.

Existem alguns equipamentos que são utilizados especificamente, para o processo de extrusão de plástico. Vamos agora conhecer como este processo é realizado e qual a sua importância nos dias de hoje.

Conheça as extrusoras de plástico

Para que o polímero possa ser utilizado, existe a necessidade de contar com um equipamento que seja adequado e específico, para o processo de extrusão de plástico. Através desse processo é possível adquirir alguns produtos como monofilamentos, filmes, chapas, perfis e tubos.

No início são utilizados alguns materiais, chamados de resinas termoplásticas. Estas resinas são um tipo de plástico que será derretido, ao longo do processo, conseguindo trazer um material que poderá ser utilizado mais uma vez.  

O processo de extrusão de plástico é muito utilizado especialmente, nos casos em que se deseja proporcionar a reutilização do plástico.  

Existem diferentes tipos de extrusoras e cada uma delas poderá ser utilizada de acordo com a finalidade desejada. Fundamentalmente existem a extrusora dupla-rosca co-rotante e contra rotante, bem como a extrusora mono rosca. Cada uma delas com uma finalidade específica para trabalhar as diferentes resinas com ou sem carga, masterbatch, blendas, etc…  

Há também as extrusoras pequenas para laboratório conhecidas como mini-extrusoras, que são equipamentos para a produção de baixa-escala, podendo ser utilizadas para desenvolver alguns produtos novos.

Cada uma destas máquinas poderá ser utilizada em diferentes momentos, de acordo com a necessidade, sempre proporcionando materiais de elevada qualidade.  Sem dúvida os melhores equipamentos para a extrusão de plástico, você encontra na By Engenharia. Não deixe de entrar em contato com a nossa equipe, para verificar as melhores opções de equipamentos, que irão atender da melhor forma a sua necessidade.  

Processo necessário para a extrusão de plástico

Para que o processo de extrusão de plástico seja realizado de modo adequado é necessário inserir o material moído no funil da máquina extrusora, que irá alimentar a rosca transportadora dentro de um cilindro aquecido por resistência elétrica e atrito do material com as paredes do cilindro, onde o material deverá passar por três etapas de grande importância, sendo as a alimentação, compressão e dosagem. Vamos conferir um pouco, sobre cada uma destas etapas:

  • Alimentação: Nesta zona a rosca que possui sulcos profundos, para aquecer o material próximo ao ponto de fusão e conseguir transportá-lo até a próxima etapa.
  • Compressão: Aqui acontece uma grande diminuição dos sulcos da rosca, para que o material que foi colocado no funil, possa ser comprimido contra as paredes do cilindro e desse modo promover a plastificação do material.  
  • Dosagem: os sulcos da rosca são muito rasos nesta etapa, o que promove a mistura do material de modo que consiga proporcionar a pressão necessária.

Para que este material venha a se tornar algo que seja puro, o material que já passou por diferentes etapas, será agora totalmente forçado contra as telas de aço (troca telas), que conseguem segurar as impurezas necessárias como, por exemplo, metais, areia, madeira, borracha, etc… para passar apenas a resina sem contaminantes para que o produto final seja obtido.  

4 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.